Chico Buarque et Luís Fernando Veríssimo

O Encontro entre os dois é interessante, claro né? Ao mesmo tempo muito engraçado. Os dois são bons no que fazem, mas, péssimos de papo frente às câmeras. o Veríssimo é o pior, tanto que, o Chico é quem começa: "Calor, né?" – tipo, papo de elevador. E, pra quem já viu algumas entrevistas do Chico, percebe que ele ama falar da infância dele na França e a descoberta, a grade descoberta. De que? Então. De que? Mulher… Mulher sem roupa… Muito papo de elevador essa conversa, mas vale à pena parar pra ouvi-los.

Sobre anaylop

Sou um instantâneo das coisas apanhadas em delito de paixão a raiz quadrada da flor que espalmais em apertos de mão. ... Sou uma impudência a mesa posta de um verso onde o possa escrever "A defesa de um poeta" N. Correia
Esse post foi publicado em Personalidades. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s